quarta-feira, 15 de agosto de 2007

ATENAS – DELFI – BARI

O João acordou cheio de sono, resmungão e borbulhas das melgas durante a noite. Arrancamos no sentido de Patras, uma localidade Grega onde iríamos apanhar o Ferry para Bari as 17.30, mas saímos cedo porque ainda queríamos passar por Delfi, um outro local histórico da Grécia e lá partimos nós por volta das 9.00 da manhã.

Chegados a Delfi andamos um pouco a deriva, pois o nosso conhecimento histórico do local era nulo, a antiga cidade fica numa região muito montanhosa entre dois enormes vales.


Limitamo-nos a observar, vimos o estádio ( um espaço diferente daqueles a que estamos habituados, fazia pensar como seria que tudo se passaria ali, as alegrias e tristezas que foram ali sentidas )


Outra coisa que vimos mas que também, não sabemos explicar eram uns pilares cilíndricos com alguma imponência, levou-me a querer que seria ali que se realizavam as cerimonias de maior importância.


Posto isto, pouco depois decidimos arrancar para Patras pois já eram quase 14.00 horas e tínhamos de lá estar antes das 17.00.



Quando nada fazia prever, eis que nos deparamos com a paisagem natural mais bonita de toda a viagem e sem duvida as praias mais bonitas que vi até hoje, nas enseadas dos vales do mar Egeu a água era completamente cristalina e o ambiente florestal, inóspito e montanhoso pintava um quadro daqueles que sempre imaginamos de sonho e só pensava, como se chamará esta zona? isto é lindo. Quero estar aqui 15 dias!



Chegados a Patras fomos a descoberta do Porto onde iríamos apanhar o Ferry para Bari e assim foi, entramos com o carro para dentro do porão do barco, pelo meio ainda a confusão com a guarda costeira por termos bilhetes para 4 pessoas quando éramos apenas 3, mas lá explicamos e correu bem.
Já instalados dentro do Ferry, que mais tinha aspecto de ter sido durante muitos anos cruzeiro, onde tudo era caríssimo, mas tinha piscina, restaurante, bar, discoteca, casino, etc., mas com empregados muito antipáticos, lá fizemos a nossa viagem com destino Bary.

Pelo meio ainda paramos em mais uma ilha para entrarem e sairem pessoas do Barco.


e observamos um fim de tarde lindíssimo com o sol a pôr-se por entre ilhas Gregas e um vento quente e frontal que nos empurrava para traz!

1 comentário:

Trufas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.