quinta-feira, 16 de agosto de 2007

BARI – POMPEIA - ROMA

Saímos do Ferry as 10.30 e fomos ao Carrefour comprar um cartão de memória pois já tinha os meus todos cheios e ainda faltavam alguns dias para registar.


Aproveitamos e compramos qualquer coisa para comer...( Um frango no churrasco, que viríamos a comer em plena Pompeia, sob o olhar atento de dois policias )
Quando nos dirigimos a caixa para pagar, mais um acontecimento insólito, as empregadas não sabiam falar inglês e envergonhadas com o facto só sabiam, rir, rir e rir :o)

Posto isto lá demos inicio ao nosso percurso na direcção de Pompeia.



Chegados a Pompeia e depois de termos passado uma região muito montanhosa de Itália e já para o fim sempre acompanhados do nosso lado esquerdo pelo monte Vesúvio,


antes de irmos conhecer a cidade, ou o que resta dela, decidimos então comer o tão merecido frango, encostamos numa estrada a sombra e lá comemos o frango, já no fim um carro da Policia parou a um metros de nós, dirigimo-nos a eles dizendo que iríamos já embora, mas eles simpaticamente disseram-nos para estarmos a vontade e que a razão da sua paragem ali nada tinha a ver com a nossa presença. ( Muito simpáticos mesmo! )

Posto isto lá fomos comprar os bilhetes para irmos conhecer Pompeia ( 12 Euros pax).
Pompeia foi mais uma agradável grande surpresa, não imaginávamos que tudo estaria ainda tão intacto,


os 1600 anos que a cidade esteve subterrada, conservou muito do que existia e sentimo-nos como se cada momento estivesse a ser vivido a 2000 anos atrás, é incrível, as paredes com pinturas estão intactas,



as casas pessoais estão intactas, igrejas, e outros edifícios de carácter publico mantêm-se, as ruas permanecem como eram,



o rodado das carroças é perfeitamente visível no empedrado das estradas á época do Império Romano,


muitos objectos utilizados naquela época continuam lá,


enfim a cidade está lá, simplesmente não está habitada, é mesmo impressionante estar ali. Outra coisa que também impressiona são os corpos dos habitantes á época que se encontram exactamente na posição em que morreram no momento em que o Vesúvio decidiu lançar as suas cinzas e lava, alguns corpos com a mão na boca,



deveria ser para conseguirem respirar melhor naquele fumo de cinzas, outros corpos em posição Fetal, que tudo leva a querer estariam a dormir... Pompeia foi uma grande surpresa, sem duvida!


Pompeia vista, arrancamos na direcção de Roma, era lá que iríamos dormir nessa noite, chegados a Roma uma primeira constatação, Roma é enorme e ia-mos ter grandes problemas para encontramos o Hotel, após algum tempo ás voltas a tentarmos encontrar o hotel, decidimos pedir ajuda e tivemos a sorte de dar com um tipo impecável que nos levou até praticamente ao nosso “Bed and Breakfast”.

Instalamo-nos e a dona, uma senhora muito “gira” que estava com uma amiga também muito “gira” indicaram-nos um sitio para irmos jantar, onde elas também lá estariam, ainda nos sentimos tentados a aceitar o convite, mas bastante cansados, decidimos antes ir comer umas sanduíches e umas cervejas italianas, ali por perto, que por acaso eram excelentes, fomos ainda a um bar logo ali perto também, e ficou-nos na memória aqueles aperitivos de banana frita que acompanhados por mais uma cerveja estavam deliciosos!

2 comentários:

Anónimo disse...

Parabens pelos teus trabalhos de fotografia

Trufas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.